Estevão Toledo

Estevão Toledo é casado e pai de filhos. Adora estar em família, embora hoje tenha ampliado o conceito que fazia dela. "Família não é mais papai, mamãe e filhinhos. É a que você escolhe. O fundamental é que exista intimidade e vontade de ficar junto. Me agrada trabalhar para ampliar estes momentos", afirma ele. Desenhista industrial formado pela FAAP, há 20 anos no mercado, Estevão teve a oportunidade de aprimorar seus conhecimentos com grandes nomes do setor como Baba Vacaro, os internacionais Irmãos Fernando e Humberto Campana, além de seu maior mestre, Carlos Motta, que o inspirou a trilhar os caminhos da marcenaria.

Para a Desejos de Família, Toledo assina três linhas: o sofá Muxarabi e suas derivações – poltrona, aparador, banco e bandeja – no qual uma treliça de madeira, que remete à milenar divisória de ambientes árabe, ocupa ao menos uma das das laterais do móvel; a delicada, quase elementar de tão simples, cadeira Set,além da divertida mesa Mandacaru. "Muitos me perguntam o porquê deste nome. Não percebem que o pé da mesa, feito de madeira torneada, com junções de metal reproduz o desenho de um cactus, só que invertido", explica o designer que, sempre que pode, injeta um componente lúdico aos objetos que produz. "Me agrada a ideia de injetar algum nível de surpresa nas minhas criações", diz. Satisfeito com a oportunidade de ampliar o raio de alcance de seus produtos, Estevão se diz satisfeito ocm o trabalho realizado junto à Breton. "Sou um homem acostumado ao chão de fábrica, é onde me sinto melhor. A novidade agora é que no lugar de me exercitar na bancada, passei a ter à minha volta todo um parque industrial. Nada mal", brinca o designer.

Texto por Marcelo Lima (Jornalista e Crítico de Design).